Instituto Adolfo Lutz

A A A Tamanho do texto

Ensaios - Produtos e Serviços


Versão sem a categoria de alimentos.

 

O Instituto Adolfo Lutz (IAL) atua  na avaliação de qualidade e segurança dos produtos e serviços disponibilizados à população e, como Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) do Estado de São Paulo, prioriza o atendimento às demandas da Vigilância em Saúde.  O IAL é formado por uma rede de laboratórios composta pelo Laboratório Central, sediado na capital, e por 12 Centros Regionais localizados em regiões estratégicas do Estado: Araçatuba, Bauru, Campinas, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santo André, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté.

 

O Manual Eletrônico de Ensaios foi elaborado com o objetivo de apresentar os ensaios realizados pelo IAL, Central e seus Centros Regionais, em águas, produtos alimentícios, medicamentos, cosméticos e produtos de higiene, saneantes, produtos para a saúde, embalagens que entram em contato com alimentos. Contém informações relacionadas às amostras de produtos, bem como à coleta, conservação e transporte.

 

Modalidades de análise realizadas pelo IAL:

Dependendo da situação que motivou a colheita de amostra e visando atender a legislação sanitária o IAL oferece 3 modalidades de análise:

 

  • Análise Fiscal: efetuada em amostras de produtos submetidos ao sistema de vigilância sanitária, para verificação de ocorrência de desvio quanto à qualidade, segurança e eficácia dos produtos. São exclusivamente colhidas pelas unidades de Vigilância Sanitária, observando os procedimentos previstos na legislação.
  • Análise de Controle: efetuada em amostras de alimentos visando comprovar a sua conformidade com o respectivo padrão de identidade e qualidade, nas seguintes situações:
        - Após o registro no Ministério da Saúde para os alimentos com registro obrigatório;
        - Após comunicação de início da fabricação de alimentos dispensados de registro; ou
        - Na liberação de lotes de alimentos importados.
    As amostras nesta modalidade são exclusivamente colhidas pelas unidades de Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal e ou apreendidos pela ANVISA nos Portos, Aeroportos e Fronteiras, observando os procedimentos previstos para a Análise Fiscal.
  • Análise de Orientação: não prevista na legislação sanitária e utilizada em situações especiais da Vigilância, tais como: investigação de surto, programas de monitoramento, reclamação de consumidor, dentre outras. Nesta modalidade também são atendidas demandas de outros órgãos públicos, pessoas físicas ou jurídicas.

 

Critérios de aceitação

 

O  Instituto Adolfo Lutz receberá amostras de produtos se estiverem:

  1. Acompanhadas de ofício de solicitação da análise e demais documentos de acordo com a modalidade de análise requerida: relação de documentos. 
  2. Devidamente lacradas (invioladas) e identificadas, para as modalidades de análise Fiscal e de Controle; e
  3. De acordo com as condições de coleta, conservação e transporte para cada produto/ensaio, devendo estar bem acondicionada para evitar vazamentos, possível contaminação e manter as suas características e integridade. Orientações de coleta de produtos

 

Esclarecimentos:

 

- Não são liberados resultados parciais, somente o laudo de análise completo.
- O IAL realiza o atendimento a clientes particulares, na modalidade de análise de Orientação, mediante consulta e solicitação de orçamento para Unidade de interesse